CroPoesias – Poesias, Crônicas e Contos

Quente, como o sangue – poesia

quente

VISITE MEU

O abraço segundo pesquisas é uma forma de expressarmos nosso amor, nosso carinho por outra pessoa. Quente, aconchegante, esse ato é uma viva demonstração de apreço pelo próximo, que pode ser um familiar ou um amigo.

Jesus Cristo e Deus sempre estão querendo demonstrar seu amor por nós. O amor que está fora da esfera de nossa imaginação, por mais que ela seja ampla e bem dimensionada. Eles nos amam de uma maneira incondicional, um amor que se doa, se entrega, que não tem exceções. Conhecendo a Palavra de Deus entenderemos porque Ele enviou Jesus para nos salvar. Se assim não fosse, você não estaria lendo esse comovente poema que criei.

Quente, como o sangue

Teu amor por mim é invisível, porém real e muito misericordioso

Tua presença em minha vida é quente, mas não como o calor

Ela é quente, como o sangue que me corre rápido e silencioso

Pela carne tão corrupta, carne pela qual me envergonho, tenho pudor

 

Constrangido fico diante de ti, que não sou digno de desatar-lhe as sandálias

Tal a grandeza de teu amor por mim, eu que sou apenas pó e pecado

Homem que tenta exaustivamente purificar-se, temendo tuas represálias

Ó Jesus que se entregou ao calvário, para que eu não fosse mais um enforcado

 

Para que o Pai ainda tivesse paciência com os meus erros, com cada transgressão

Que cometo pela maldade que trago de Caim na carne, maldade tão hodierna

Carne que mesmo lavada, continua imunda, e somente com a graça da salvação

Obtida com o sacrifício da vida de Jesus é que receberei a almejada vida eterna

 

Quente é o teu amor por mim, amor manifesto muito antes de meu nascimento

O qual me causa vergonha por eu não expressar na mesma medida tal grandeza

Amor tão doce que minha imaginação não pode criar réplica de tal sentimento

Orar a ti é o que posso, permitindo tua presença em mim Jesus, minha Alteza

Robert Thomaz

Você também pode gostar dessa poesia:

“Criador e Deus, somente existe um”

2 comentários sobre “Quente, como o sangue – poesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.