CroPoesias – Poesias, Crônicas e Contos

Perdoa Jesus, perdoa meus pecados e ofensas – poesia

perdoa

VISITE MEU

Pecamos porque somos imperfeitos e dentro dessa imperfeição está alojado, em nossa entranhas, o pecado original. E quando nos tornamos servos de Jesus Cristo e de seu Pai, Deus, único no universo, pois foi Ele que tudo criou e somente Ele pode tudo mudar, infelizmente não deixamos de pecar, de sermos pecadores.

Entretanto, surgem em nosso coração a percepção do erro, da falha, da decepção causada ao Senhor e Seu maravilhoso Filho quando cometemos ato indigno em relação aos seus mandamentos. Em então derramamos lágrimas e dores nos invadem por todos os lados e buracos, levando-nos ao encontro da escuridão e do desespero.

Daí sempre que pecamos, pedimos ao Senhor que nos perdoe, perdoa nossos pecados e ofensas Pai Celestial, porque a ti desejamos servir e enquanto enclausurados nesta carne corrupta somos frágeis à ação e domínio do maligno.

Perdoa Jesus, perdoa meus pecados e ofensas

Ajoelhado diante de teu trono, debaixo de teus pés, eu clamo

Pai, perdoa, perdoa meus pecados e ofensas, eu quero ser teu

Se eu pudesse voltar no tempo a tudo corrigiria, assim eu proclamo

Seu Filho é o meu caminho, minha verdade e a minha vida, não sou ateu

 

Abro mão de tudo por ti meu Jesus, o Senhor que sempre me protegeu

Enviando anjos pela escada de Jacó para proteger-me do inimigo

Ó meu Senhor onipotente, eu o amo e assim o meu coração o elegeu

Como meu único Deus e em ti confio, perdoa meu Deus tão bondoso e amigo

 

Quando pelas sombras da corrupção andei tive medo e insegurança

Mas no fundo de meu coração que tu sempre sondavas e entendia

Estava meu amor, um amor de pequenino puro, daí tua pregressa aliança

Com este filho da promessa, que tu sempre protegeu, que tu sempre compreendia

 

Te suplico mais uma vez perdoa, quero ser mais um arauto das boas novas

Quero ser querido e viver em Sião por toda a vida, por toda a eternidade

Concede-me Jesus o teu perdão, para que eu não caia em uma das muitas covas

Que surgirão no Juízo, deixe-me estar debaixo do trono do Pai em serenidade

Robert Thomaz

Você também pode gostar dessa poesia:

“Agora eu vivo um sonho…”

2 comentários sobre “Perdoa Jesus, perdoa meus pecados e ofensas – poesia

  1. Felipe Vieira Medeiros

    Que fantástica poesia. Que Deus continue te inspirando.

  2. Robert Autor da Postagem

    Oh meu muito querido irmão em Jesus e amigo Felipe Medeiros sinto-me lisonjeado com seu comentário e incentivo. Muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.