CroPoesias – Poesias, Crônicas e Contos

Nosso primeiro modelo de amor – poesia

modelo de amor

VISITE MEU

Realmente nosso primeiro modelo de amor são nossos pais. Tanto a referência masculina como a feminina. Eles são as primeiras pessoas que vão nos ensinar a “caminhar” pela estrada da vida. Serão referências nas qualidades e defeitos dos homens, serão nossas fontes de saber e de estímulo, por seus comportamentos e tendências. Daí serem tão fortes exemplos em nossa existência.

Nosso primeiro modelo de amor

Desde que nascemos, passamos a conhecer o amor

O amor é um sentimento de poder magnífico e muito gostoso

Não sabemos a sua forma, mas o sentimos no peito, feito calor

Quando criança, para nós ele é algo maravilhoso

 

Aprendemos a amar com nossos pais

O amor da mamãe chega até nós pela mão

Que acaricia a barriga que passa a crescer, por demais

Ela é nossa primeira professora, na primeira emoção

 

Papai que nos ama não fica para atrás

Por sua mão e olhar que acompanha o nosso crescimento

Referência masculina para nós sempre serás

Nosso defensor custe o que custar, não importa o momento

 

Afinal nossos pais são o nosso primeiro modelo de amor

E nós, crianças, vamos logo buscando o amor em forma de afeição e carinho

São eles que nos ensinam a doçura do aconchego e, da paixão, o calor

Abrindo seus corações e mostrando o brilho do amor, que está num cantinho

 

Através de nossos pais iniciamos essa fantástica jornada no mundo

A caminhada do amor onde floresce este forte gostar por outra pessoa

Necessidade tão intensa que nos transforma, criando algo profundo

Algo doce e maravilhoso que em nosso coração como ressoa

 

Depois que descobrimos e passamos a conhecer o amor

Ele passa a “pulsar” dentro de nossa mente e de nosso frágil coração

É um sentimento forte e que nos causar louvor

É a causa de cada alegria, de cada boa sensação

 

Este misterioso sentimento nos desperta o fascínio

Por aquela pessoa que passa a ser para nós algo de bom

Quando amamos, agimos pelo coração e com pouco raciocínio

Amar uma pessoa que nos corresponde é música, é um lindo som

 

O amor exige que nos devotemos a outra pessoa e ela, na mesma medida

A nós, para sentirmos e satisfazermos essa grande necessidade

Amar é doce paixão, é ter saudade desmedida

Da pessoa que não precisa ter a nossa idade

 

É sentimento tão intenso que passa a nortear nossos sentidos e nossa vida

O amor nos dá carinho, alegria, felicidade e atenção

Faz parte da natureza humana, é coisa muito querida

Mas também exige respeito, fidelidade e devoção

Robert Thomaz

Você também pode gostar dessa poesia:

“Rara oração tão desejada, por mim e por ti…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.