CroPoesias – Poesias, Crônicas e Contos

A mão de Deus – poesia

mão

VISITE MEU

A presença de Deus e seu filho Jesus Cristo em nossa vida é tão clara, é tão evidente que muitas pessoas infelizmente não conseguem percebê-la. Por quê?

A vida moderna é caracterizada pela ansiedade e esta tem atrelada a si a conquista imediata de objetivos pessoais e profissionais, ao alcance de vitórias sucessivas, estabilidade financeira e acúmulo de bens móveis e imóveis. Todos estes fatores encobrem a parte mais grandiosa dessa imensa engrenagem: você mesmo (a) e sua relação com o amor. O que o amor tem haver com isso?

O amor é um sentimento imensamente intenso e denso que de longe é apenas aquele de amarmos nosso homem ou mulher ou pais e/ou filhos. Esse amor grandioso está inserido na Palavra do Senhor Deus e se você procurar aplica-lo em sua vida, ela se transformará de uma maneira fantástica. Deixe que a mão de Deus e de seu filho Jesus Cristo toquem teu coração e tua vida será transformada.

A mão de Deus

Aqueles que não se desafeiçoaram da natureza

Perceberam algum dia num dossel de nuvens que cobria o firmamento

A presença de uma seteira, que permitia do céu descender uma clareza

Foco luminoso quando visto desperta curiosidade e encantamento

Por ser luminosidade celestial que delimita uma faixa de terra

Como se aquele específico lugar estivesse a receber

O espírito de Deus, natureza divina que ali se encerra

Para prenunciar mudanças significativas na vida que deve engrandecer

Vida do ser que longe ou perto esta a contemplar

Imaginando a presença do Criador, de sua mão naquele lugar especial

Mesmo que por breve momento, algo que o leva a meditar

Sobre a razão daquela intercorrência, fato surreal

É presença singular que lhe provoca a fé e o ânimo

Em suas forças debilitadas por uma tempestade

Em vista que o Senhor Altíssimo magnânimo

Jamais o abandonará, em qualquer momento ou idade

Mas para que isso ocorra, ele deve se confessar

Ser frágil, imperfeito e pecador

De suas ações praticadas ou esquecidas sem vacilar

Para que a mão de Deus o livre da imensa dor

Robert Thomaz

Você também pode gostar dessa poesia:

“Costuras no tempo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.