CroPoesias – Poesias, Crônicas e Contos

Cordeiro que dos céus desceu para nossa salvação – poesia

cordeiro

VISITE MEU

Jesus Cristo foi o cordeiro que desceu dos céus para nos salvar da condenação total, apesar de nossas ofensas e pecados. Ele veio nos livrar de nossas culpas, do pecado original, das dores e horrores de uma vida eterna no fogo, no enxofre e na maldição.

Seu amor por nós é profundo, muito além de nossa pequena e minúscula compreensão.

Cordeiro que dos céus desceu para nossa salvação

Eu estava lá no céu junto de anjos e querubins, e meu Pai disse assim

Meu filho amado, tão querido, você precisa descer a Terra…

Sim, meu filho, para salvar o mundo, que ficou imundo, antes do fim

Você precisa ser o cordeiro, salvar a criação que cada vez mais se aterra

 

Meu amor por meu Pai é um amor intenso e profundo

Meu amor por Ele é um amor incondicional, algo celestial

Ele é o Senhor do Universo, Deus único, Senhor do mundo

Que nele tudo criou e tudo lhe pertence, seu poder é sobrenatural

 

Em amor ao Pai desci ao mundo dos homens e levei a verdade,

O caminho, e a vida que se perdia na Terra, porém sofri intensamente

Os homens, tornei-me um deles, fui Deus em carne e ossos, em realidade

E pelo homem fui condenado, feito réu, quando então e sempre fui inocente

 

Fui o cordeiro que desceu dos céus para aqueles que buscam a salvação,

A verdade e a vida eterna nas mansões de meu Pai, lares cheios de luz

E todos que creem em Deus e a Ele servem serão salvos, terão a plena libertação

Após a morte da corrupção, foi para isso que vim ser o último cordeiro, eu sou Jesus

 

Vim para glorificar a Deus, para abrir os portões do céu e livrar a criação

Tão amada por meu Pai, que tanto o decepcionou com ofensas e pecados

Da dor profunda e eterna, da cruel corrupção, da irreversível maldição

A que os ímpios e opressores, inimigos de meu Pai, serão condenados

Robert Thomaz

Você também pode gostar dessa poesia:

“Jamais me esquecerás”

Um comentário sobre “Cordeiro que dos céus desceu para nossa salvação – poesia

  1. Felipe Vieira Medeiros

    Glória a Deus! O amor de Jesus por nós é incondicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.